Giro MyNews – Barração de Delcídio, negativa do TSE ao PT e negociação da Embraer

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Acompanhe as principais notícias da manhã deste sábado (22)

  • Ministério Público Eleitoral pede impugnação da candidatura de Delcídio do Amaral, ex-PT e atualmente no PTC, ao Senado. O político teve mandato de senador cassado em 2016 por quebra do decoro parlamentar. Em 2015, Delcídio foi preso por, de acordo com a Procuradoria-Geral da República, atrapalhar as investigações da Lava Jato ao tentar evitar delação premiada de Nestor Cerveró, ex-diretor da Petrobras.
  • Número de mortos após naufrágio da balsa MV Nyerere em lago da Tanzânia ultrapassa marca de 200 pessoas, informa o ministro dos Transportes local Isack Kamwelwe. Autoridades investigam as causas do acidente, mas as principais suspeitas apontam para superlotação da embarcação.
  • Vaticano e China tentam reaproximação com nomeação de bispos do país mais populoso do mundo. “Ambas as partes continuarão mantendo contatos e vão trabalhar para melhorar as relações bilaterais”, informa comunicado do Ministério das Relações Exteriores chinês. Os laços foram rompidos dois anos após a chegada do governo comunista ao comando do país asiático por discordâncias com a Santa Sé, principalmente sobre a questão de Taiwan.
  • Ministro Carlos Horbach, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), negou pedido da coligação “O Povo Feliz de Novo”, formada por PT, PCdoB e PROS, por direito de resposta e retirada do ar de vídeo feito pelo candidato à Presidência, Jair Bolsonaro (PSL), em que levantava suspeita de fraude nas eleições deste ano.
  • Embraer e Boeing têm data definida para concluir processo de criação de nova joint venture: 5 de dezembro. Nova empresa controlará a divisão de aviação comercial da fabricante brasileira. Informação consta em documento do Ministério Público do Trabalho.

Revolução à vista

Na edição de ontem do “É Pessoal”, Thais Herédia entrevistou Gustavo Vaz, CEO do “Em Casa”. Formado na Universidade de Harvard, o empresário resolveu apostar no Brasil para trazer um aplicativo que promete revolucionar o mercado imobiliário nacional, além de incomodar muita gente do setor.

Ficou curioso? Então confira o programa na íntegra!

LEIATAMBÉM