Giro MyNews | Mais Médicos, cargo de Bebianno e corrupção na Venezuela

Fique por dentro das notícias mais relevantes da manhã desta quarta-feira (21)

  • Por meio do Twitter, o presidente eleito Jair Bolsonaro anunciou o advogado André Luiz de Almeida Mendonça como chefe da Advocacia-Geral da União (AGU) no próximo governo. Pós-graduado em Direito pela Universidade de Brasília, ele substituirá a advogada e atual ministra Grace Mendonça, primeira mulher a chefiar a AGU e que ocupa o cargo desde setembro de 2016, nomeada por Michel Temer.

 

  • Sundra Rajoo, juiz que integra o Comitê de Ética da Fifa, foi preso na Malásia por suspeita de corrupção. De acordo com seu advogado Cheow Wee, a Comissão Anti-Corrupção da Malásia prendeu Rajoo retornar de Zurique, na Suíça, onde compareceu a uma reunião da entidade. O órgão malaio investiga suposto recebimento de vantagens indevidas pelo escritório do juiz.

 

  • Site de inscrição para o programa Mais Médicos se encontra fora do ar há cerca de duas horas. De acordo com a assessoria de imprensa do Ministério da Saúde, queda da página se deve ao intenso número de acessos. O governo está oferecendo 8.517 vagas para médicos em 2.824 municípios do país a fim de substituir a saída dos profissionais cubanos. As inscrições se encerrarão no domingo (25) e o salário é de R$ 11,8 mil por mês.

 

  • Alejandro Andrade, ex-chefe do Tesouro Nacional da Venezuela durante o governo do líder socialista Hugo Chávez, admitiu ter recebido mais de US$ em propinas em operações ilícitas com Raúl Gorrin, magnata da comunicação do país e dono da rede de televisão Globovisión, apontam documentos do Distrito Sul da Flórida. Procuradores norte-americanos trabalham para impedir o uso do sistema financeiro do país para lavagem de dinheiro fruto da corrupção venezuelana.

 

  • Presidente interino do PSL durante a campanha eleitoral deste ano, Gustavo Bebianno foi confirmado nesta manhã como ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência. Anúncio foi feito pelo ministro extraordinário da transição, Onyx Lorenzoni, que disse que o advogado é um “homem preparado e da absoluta confiança” de Jair Bolsonaro. Bebianno adiantou que sua pasta terá como principal função a modernização e desburocratização do Estado.