Jair Bolsonaro afirma que se alguém falou em fechar o STF “precisa consultar um psiquiatra”

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Presidenciável também disse que vídeo de seu filho divulgado nas redes sociais teria sido retirado de contexto

Em entrevista no Rio de Janeiro, o candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) respondeu a questionamentos sobre o vídeo em que um de seus filhos, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, aparece fazendo uma ameaça ao Supremo Tribunal Federal (STF) caso a candidatura seja impugnada.

O presidenciável afirmou que as declarações foram retiradas de seu contexto original. “Isso não existe. Se alguém falou em fechar o STF, precisa consultar um psiquiatra”, afirmou.

Bolsonaro também comentou a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de retirar do ar uma propaganda de TV da campanha do PT que ligava sua imagem à tortura. Na peça, cenas da prática vinham acompanhadas de falas do candidato do PSL.

“É mentira aquilo. O PT sem mentir não é o PT. Falaram que eu vou acabar com os professores do Brasil, que vai ser tudo ensino à distância, que vou acabar com o Bolsa Família, o 13º salário… O PT é a própria fake news. Para derrotar o PT não precisamos mentir, basta mostrar a verdade”, declarou.

O candidato esteve na casa do empresário Paulo Marinho, no Jardim Botânico, nesta tarde. Ao lado de sua mulher, Michelle Bolsonaro, e na presença de membros de entidades de deficientes auditivos, ele assinou um documento que firma o comprometimento da legislação direcionada ao grupo, além de dar atenção às questões de interesse do mesmo.

LEIATAMBÉM