Moro aceita convite de Bolsonaro para chefiar superministério da Justiça

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Responsável pela Operação Lava Jato no Paraná reuniu-se com o presidente eleito nesta manhã

Após reunião com Jair Bolsonaro (PSL) na manhã desta quinta-feira (01), o juiz federal Sergio Moro divulgou em nota oficial que aceitou o convite do presidente eleito para chefiar o Ministério da Justiça e da Segurança Pública na próxima gestão. O juiz federal deixou a casa do capitão reformado em silêncio, se pronunciando por meio do comunicado.

Leia na íntegra:

Nota oficial: Fui convidado pelo Sr. Presidente eleito para ser nomeado Ministro da Justiça e da Segurança Pública na próxima gestão. Após reunião pessoal na qual foram discutidas politicas para a pasta, aceitei o honrado convite. Fiz com certo pesar pois terei que abandonar 22 anos de magistratura. No entanto, a perspectiva de implementar uma forte agenda anticorrupção e anticrime organizado, com respeito a Constituição, a lei e aos direitos, levaram-me a tomar esta decisão. Na pratica, significa consolidar os avanços contra o crime e a corrupção dos últimos anos e afastar riscos de retrocessos por um bem maior. A Operação Lava Jato seguira em Curitiba com os valorosos juízes locais. De todo modo, para evitar controvérsias desnecessárias, devo desde logo afastar-me de novas audiências. Na próxima semana, concederei entrevista coletiva com maiores detalhes.

Curitiba, 01 de novembro de 2018.

Sergio Fernando Moro

LEIATAMBÉM