#NesseDia – 18 de julho de 1918

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Centenário de Nelson Mandela

Há exatos 100 anos nascia, em Mvezo, África do Sul, o advogado e ativista Nelson Rolihlahla Mandela. Antes de ser idolatrado em seu país e tratado como celebridade por políticos e artistas do mundo inteiro, Madiba foi o preso mais importante do século 20.

Ficou detido durante 27 anos após condenação à prisão perpétua por sua militância não-violenta contra o apartheid na África do Sul.

Foto: John Isaac/UN (03/12/1991)

Deixou a prisão e ajudou a conduzir a transição política que evitou uma guerra civil no país, o que o levou a receber mais de 250 prêmios e condecorações, incluindo o Nobel da Paz (1993), a Medalha Presidencial da Liberdade dos Estados Unidos e a Ordem de Lenin da União Soviética.

Aos 75 anos, em 10 de maio de 1994, Mandela tomou posse como o primeiro presidente negro da África do Sul. Carismático, pregou a não violência mesmo após as quase três décadas de detenção. Optou pela reconciliação com antigos inimigos para reunificar a África do Sul.

Foto: Pernaca Sudhakaran/UN (22/06/1990)

As condições precárias de sua prisão afetaram a saúde de Mandela por todo o resto de sua vida. Morreu em 2013, aos 95 anos.

Sua vida e obra foram retratadas em diversos livros e filmes, entre eles “Invictus”, dirigido por Clint Eastwood, e os livros “Longo Caminho para a Liberdade”, autobiografia em (colaboração de Richard Stenge, “Mandela: The Authorized Portrait”, de Mike Nicol e Conquistando o Inimigo”, de John Carlin.

LEIATAMBÉM