Neymar é acusado de estupro em Paris; denúncia foi registrada em delegacia de São Paulo. Pai do jogador nega

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Uma mulher registrou um boletim de ocorrência contra atacante Neymar e acusou o jogador de estupro.
O documento foi registrado na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, em São Paulo.

No documento, que o MyNews teve acesso, a mulher, que não teve a identidade revelada, diz que conheceu o atacante pelo Instagram. Ela falou que um assessor de Neymar, identificado como Gallo, comprou passagens e reservou hospedagem para que ela fosse a Paris. No dia 15 de maio, a mulher se hospedou no Hotel Sofitel Paris Arc Du Triomphe, na capital francesa. Ela disse que neste mesmo dia, Neymar chegou ao hotel por volta das oito da noite e que estava “aparentemente embriagado”. A mulher disse à polícia, que os dois trocaram carícias, mas que em determinado momento o jogador “se tornou agressivo e, mediante violência, praticou relação sexual contra a vontade da vítima”.

Nós procuramos a assessoria do jogador, que não atendeu a reportagem do MyNews. O pai do jogador falou no início da noite com a TV Bandeirantes e disse que o jogador teve uma relação consentida com a mulher. “Neymar a conheceu, mas a partir do momento que ele percebeu que era uma armação, ele saiu fora e guardou toda a documentação porque ele sabia que podia ter problema. Ela queria mais encontros, queria captar a imagem, mas o Neymar não aceitou. Agora ele vai apresentar à Justiça para poder mostrar que era uma armadilha que ele caiu”.

Polêmicas

Neymar vem de um histórico de recentes polêmicas. A principal delas foi a agressão a um torcedor após a derrota do Paris Saint Germain contra o Rennes na final da Copa da França. O mau comportamento do principal astro do futebol brasileiro rendeu a ele a perda da faixa de capitão da Seleção Brasileira, que a partir de 14 de junho disputará a Copa América.

Confira o Boletim de Ocorrência na íntegra

Comparece nesta Especializada a vítima qualificada sob o provimento CG 32/2000, noticiando que conheceu Neymar da Silva Santos Junior através das redes sociais (Instagram) e passaram a trocar mensagens. A vítima afima que Neymar lhe convidou para encontrá-lo em Paris e seu assessor “Gallo” entrou em contato com a mesma na data de 12/05/2019 e forneceu as passagens e hospedagem. A vítima afirma que embarcou na data de 14/05/2019, chegando em Paris na data de 15/05/2019, hospedando-se no Hotel Sofitel Paris Arc Du Triomphe. A vítima afirma que na mesma data, Neymar chegou por volta das 20:00 no hotel, aparentemente embriagado, começaram a conversar, trocaram “carícias”, porém em determinado momento, Neymar se tornou agressivo, e mediante violência, praticou relação sexual contra a vontade da vítima. A vítima afirma que foi em bora de Paris na data de 17/05/2019 retornando ao Brasil. A vítima afirma que estava abalada emocionalmente e com medo de registrar os fatos em outro país, decidindo registrá-los nesta Especializada em razão de seu endereço residencial. Com base no Princípio de Extraterritorialidade, bem como as partes serem brasileiras, o presente Boletim de Ocorrência foi registrado nesta Especializada, inclusive para fins de encaminhamento aos exames que se fizerem necessários. Informo, por fim, que demais informações a respeito dos fatos foram colhidas em termos próprios, bem como documentos pertinentes. Nada mais.

LEIATAMBÉM