CCJ dará o tom nos mercados enquanto Maia vira tábua de salvação da Previdência

No Morning Call desta quarta-feira (17), Mara Luquet conversa com Solange Srour, economista Chefe da ARX Investimentos. A economista garante que todos estão de olho na discussão da reforma na CCJ e no papel do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, como fiador desta proposta. Será que vai dar jogo?

Para Solange, o otimismo do mercado segue, mas com cautela pela falta de habilidade do governo para formar uma liderança no Congresso, pela perda tempo para aprovar a reforma da Previdência na CCJ. A economista destaca o fato de o governo gerar crises e atrapalhar o ambiente favorável para essas mudanças se “auto-obstruindo”, sem nem precisar de oposição para atrapalhar o meio campo. O ambiente externo está favorável para as mudanças no Brasil, mas Bolsonaro está perdendo o bonde. Segundo a economista, os investidores estrangeiros não apostarão no Brasil até o país faça o dever de casa, ou seja, a reforma da Previdência.