Renúncia de May e visita de Bolsonaro ao Nordeste pautam o dia no mercado

No #MorningCall desta sexta-feira (24), Gabriela Lisbôa conversa com Jojo Wachsmann, sócio-fundador da Vitreo. O gestor diz que vivemos um momento de gangorra. O cenário local deu uma desanuviada, embora domingo tenha a manifestação pró-governo e os parlamentares tenham tomado as rédeas das reformas do país. No exterior, o cenário está bem ruim. As bolsas bem negativas. Se por aqui o tema é o mesmo – reforma da Previdência -, lá fora o assunto que domina a pauta é a guerra comercial EUA x China que não parece ter uma solução de curto prazo, com efeitos na Europa e outros locais. A renúncia da primeira-ministra britânica Theresa May traz novamente o assunto Brexit à pauta, até com chance de um novo plebiscito após o impasse pela saída do Reino Unido da União Europeia. OS britânicos estão divididos entre os que querem um Brexit soft e aqueles que defendem uma saída mais extrema para o crescimento da economia britânica. Os efeitos disso podem causar volatilidade no mercado. Já a visita de Jair Bolsonaro ao Nordeste e a possível paralisação dos caminhoneiros podem causar alvoroço na economia. Em contrapartida, a aprovação da MP da reforma administrativa foi bem aceita pelo mercado.