Fantasia de carnaval e o fascismo do bem

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O carnaval é o espaço da liberdade e da irreverência. Mas algumas fantasia foram interpretadas como ofensivas e passaram a ser mal vistas: índio, cigano, árabe e até fantasia de mulher. Faz sentido pregar liberdade de expressão e querer impedir que alguém escolha essa ou aquela fantasia de carnaval? Quem realmente se ofende com a fantasia alheia? Tema para Mariliz Pereira Jorge na Coluna da Mariliz.

LEIATAMBÉM