Resgate

Última vítima de naufrágio do barco com 21 tripulantes no Pantanal (MS) é encontrada por bombeiros

Naufrágio matou 7 pessoas e aconteceu depois de tempestade na sexta-feira (15). Mergulhadores e especialistas trabalharam no resgate
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Naufrágio de barco no Pantanal./ Foto: Corpo de Bombeiros/Reprodução

Depois de dois dias de buscas o Corpo de Bombeiros do Estado do Mato Grosso do Sul conseguiu resgatar a sétima e última vítima da embarcação de turismo Carcará, cujo naufrágio aconteceu no Rio Paraguai, na sexta-feira (15). No dia do naufrágio toda a região de Corumbá, que fica a 415 km de Campo Grande, foi atingida por fortes rajadas de vento.

A embarcação tinha 21 pessoas a bordo. Segundo o corpo de Bombeiros, o corpo do último desaparecido foi encontrado no início da tarde, próximo às ferragens do barco, local de difícil acesso. A dificuldade se deu por conta da correnteza das água e também pelo fato do barco possuir muitos compartimentos. O Corpo de Bombeiros foi mobilizado para atender o acidente e contou com apoio de militares da unidade e da operação Hefesto (missão de combate aos incêndios florestais na região do Pantanal-Corumbá) e também da Marinha. Uma equipe com 16 militares foi formada para trabalhar nas buscas e salvamentos. 

De acordo com o Corpo de Bombeiros o proprietário da embarcação naufragada é o responsável pela retirada do casco da embarcação do local. Nesse sentido , a Capitania Fluvial do Pantanal (CFPN) subordinada ao Comando do 6°Distrito Naval já intimou o representante dos proprietários para a tomada de providências.

Naufrágio de barco no Pantanal

Parte da tripulação era composta por um grupo de 12 homens que estavam no Pantanal desde o dia 9 de outubro. Eles contrataram a embarcação e saíram para uma pescaria com outras nove pessoas, navegando em direção ao Paraguai Mirim. Quando estavam perto da cidade de Corumbá, os tripulantes faziam um churrasco, mas os ventos fortes viraram o barco. Na hora do acidente 14 pessoas conseguiram nadar e foram resgatadas por um navio do Exército Brasileiro que passava por lá no momento do acidente. Outros 17 municípios de Mato Grosso do Sul também foram atingidos pelo temporal. 

O CBMMS ressalta a importância da ferramenta de Sistema de Comando de Incidentes no gerenciamento dos serviços multimissão que fazem parte do rol de atuação da Corporação, assim como o compromisso do CBMMS em servir a população. Nossos sentimentos aos familiares.

Fonte: Comunicação Social do CBM-MS


Relacionadas
NO TWITTER
Polarização e ataques organizados e institucionalizados à liberdade de imprensa potencializam discurso misógino contra profissionais que cobrem política
Ômicron
Batizada de ômicron, a nova variante do Covid-19 é bastante transmissível e já foi identificada em países da África, Europa e na China. Medidas sanitárias, como uso de máscara e distanciamento social continuam necessárias. Vacinação precisa avançar em todo o mundo
ALERTA
Grupos antivax se refugiam no aplicativo Telegram e negociam comprovantes falsos de vacinação. Canais têm número ilimitado de participantes e são parte de problema maior. MyNews acompanhou fóruns e mostra como movimento anticiência se fortalece com a desinformação
ALERTA
Garimpo ilegal foi organizado após boatos sobre descoberta de ouro na região. Atividade é de grande impacto ambiental
Ventre livre?
Mulheres resistem com ações coletivas para tornar realidade a libertação que nunca saiu do papel
CONFERÊNCIA DO CLIMA
Para a ativista indígena Txai Suruí COP26 teve de positiva a visibilidade alcançada pelos povos indígenas e pelo movimento quilombola. Liderança jovem ainda vê o mundo distante de alcançar metas para contornar a crise climática
Inscreva-se na newsletter

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de Cookies. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.