“RODRIGO MAIA PODE AJUDAR NESTA COORDENAÇÃO NACIONAL NA AUSÊNCIA DE UM LÍDER”

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Juliana Braga conversa o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande. Eles falam sobre as medidas tomadas para combater o coronavírus. Segundo ele, as falas do Presidente Jair Bolsonaro são de “muita irresponsabilidade”. Para Casagrande, elas atrapalham o trabalho feito nos estados. Para o governador, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, deve assumir a coordenação nacional de enfrentamento à doença na ausência de uma liderança. Na área da saúde, o Espírito Santo se prepara para ter 300 leitos de UTI até o final de maio e, na área econômica, reforça as ações de proteção social nos municípios. Ele relata, no entanto, falta de vacinas para gripe, que não foram enviadas em número suficiente pelo Ministério da Saúde.

LEIATAMBÉM