colunista Juliana Braga
Jornalista do MyNews
CPI DA PANDEMIA

Copa América: CPI da Pandemia vota convocação de Rogério Caboclo na quarta-feira

Randolfe Rodrigues quer ouvir o presidente da CBF sobre quais são os protocolos de segurança do torneio rejeitado por Argentina e Colômbia
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A CPI da Pandemia deve votar nesta quarta-feira (2) a convocação do presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Rogério Caboclo. A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) anunciou nesta segunda-feira (31) que o Brasil sediará a Copa América em junho e julho. A Argentina e Colômbia, países escalados como anfitriões do evento inicialmente, abriram mão do posto.

O requerimento de convocação de Rogério Caboclo é de autoria do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice presidente da CPI. Segundo ele, a previsão de votar o requerimento é quarta-feira, porque há urgência na análise, já que a Copa América se inicia em 13 de junho. No requerimento, Randolfe justifica a convocação pela necessidade de ouvir de Caboclo quais medidas foram adotadas para garantir a segurança sanitária dos brasileiros e das delegações estrangeiras durante o evento.

A previsão da Conmebol era realizar o evento em Manaus, Recife, Natal, Brasília e Pantanal. O governo de Pernambuco, no entanto, já emitiu nota citando “cenário epidemiológico”, rejeitando a possibilidade de sediar o torneio.

Rogério Caboclo, presidente da CBF. Foto: Lucas Figueiredo/CBF/Fotos Públicas
Rogério Caboclo, presidente da CBF. Foto: Lucas Figueiredo/CBF/Fotos Públicas
Relacionadas
CPI DA PANDEMIA
Segundo dossiê entregue à CPI, assinado por 15 médicos, Prevent Senior ocultou mortes no decorrer de pesquisa realizada sem autorização da Anvisa e com medicações sem eficiência comprovada para combater Covid-19
QUARENTENA
Ministro da Saúde participou da abertura da 76ª Assembleia Geral da ONU juntamente com a comitiva brasileira. Na segunda (20), Queiroga fez gesto obsceno para pessoas que protestavam contra o governo Bolsonaro
TUMULTO E BATE-BOCA
Wagner Rosário chamou a senadora Simone Tebet de “descontrolada” e gerou tumulto na CPI da Pandemia
Assembleia Geral das Nações Unidas
Em pouco mais de 12 minutos, Bolsonaro promoveu atuação do governo federal nos últimos anos, disse que não há mais corrupção e sustentou o uso de remédios sem eficácia
SEGUNDA CHAMADA
Para jornalista Jamil Chade, comunidade internacional já tem uma posição em relação a Bolsonaro e discurso não vai ser suficiente para reverter essa imagem destruída que Brasil tem hoje no mundo
ASSEMBLEIA GERAL DA ONU
Bolsonaro pretende uma agenda positiva, mas é o único líder do G-20 que não se vacinou contra a Covid-19. Primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, aconselhou o presidente brasileiro a tomar a vacina Oxford/AstraZeneca
Inscreva-se na newsletter

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de Cookies. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.