ARGENTINA

Presidente da Argentina testa positivo para Covid-19

Alberto Fernández anunciou o resultado do teste nas redes sociais. Ele já foi vacinado e está em isolamento
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O presidente argentino, Alberto Fernández, foi isolado após testar positivo para a covid-19. Ele aguarda o resultado de um teste de PCR para confirmar a doença. O anúncio foi feito nas redes sociais, um dia depois de o presidente argentino comemorar o aniversário de 62 anos.

Presidente Alberto Fernández está em isolamento. Foto: Casa Rosada

“Quero contar para vocês que no final de hoje, depois de apresentar febre de 37,3 e uma leve dor de cabeça, fiz um teste rápido, que deu positivo.”, escreveu Fernandéz na rede social. Ele segue a sequência de postagens: “Embora estejamos aguardando a confirmação via PCR, já estou isolado, cumprindo os protocolos atuais e seguindo as orientações do meu médico pessoal”, escreveu o presidente, que também afirmou que entrou em contato com pessoas com quem se encontrou nas últimas 48 horas para notificá-las.

De acordo com o jornal argentino Clarín, o líder argentino foi vacinado contra a Covid-19 com a vacina Sputnik V, produzida pelo laboratório russo Gamaleya, no dia 21 de janeiro. Uma segunda dose foi aplicada quando ele estava na residência presidencial de Olivos em 11 de fevereiro.

Para tranquilizar os seguidores, o presidente concluiu a postagem escrevendo que se sente bem. “Para informar a todos, estou bem fisicamente e, embora tivesse gostado de terminar o meu aniversário sem esta notícia, também estou de bom humor. Agradeço, de alma, as tantas expressões de carinho que hoje me dispensaste, relembrando o meu aniversário”, concluiu.

O líder da Frente de Todos pediu aos cidadãos que fiquem vigilantes contra o vírus e sigam os protocolos do governo para limitar sua propagação.

Ainda de acordo com o jornal Clarín, a notícia provavelmente adiará a reunião do presidente com o prefeito da cidade de Buenos Aires, Horacio Rodríguez Larreta, que deveria ocorrer na residência presidencial de Olivos na manhã deste sábado (3).

A Argentina está atualmente à beira de uma segunda onda do coronavírus, com um aumento sustentado de casos. O país, que tem uma população de cerca de 45 milhões de pessoas, registrou mais de 2,3 milhões de casos e 56 mil mortes por Covid-19 desde o início da pandemia.

Inscreva-se na newsletter
Relacionadas
MUNDO
No MyNews Traduz, o crescimento chinês foi o assunto e mostrou os motivos do avanço do país asiático
PANDEMIA
América do Sul passou Europa em mortes diárias, puxada por piora da pandemia no Brasil
Clube do Livro do MyNews
Obra de Bernardo Carvalho é o livro do mês do Clube do Livro do MyNews. Nesse ano, está na lista da Fuvest
Ciência
Pesquisa da USP indica que pacientes com mais massa muscular tendem a permanecer menos tempo no hospital
VIOLÊNCIA NOS EUA
Outras 6 pessoas ficaram feridas no ataque. Uma série de tiroteios foi registrada no último mês
Diplomacia
Fabiana Alves destaca que o clima é pauta das relações internacionais e de acordos comerciais

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de Cookies. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.