emprego e tecnologia

“No setor tecnológico, falta mão de obra no Brasil inteiro”, diz especialista

Santa Catarina e Recife somam mais de 3 mil vagas em aberto à espera de profissionais qualificados
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

As vagas de emprego nas empresas de tecnologia brasileiras estão em constante crescimento. O Brasil tem cerca de 70 mil vagas abertas, no entanto, forma ainda cerca de 30 mil pessoas por ano na área de tecnologia.

O Porto Digital em Recife tem 1.500 vagas abertas e falta mão de obra. No Sul do país a situação se repete, Santa Catarina se tornou polo tecnológico e cidades como Blumenau, Joinville e a capital Florianópolis somam milhares de vagas. Somente em Blumenau, são mais de 2 mil vagas a espera de candidatos qualificados.

Sobram vagas, faltam profissionais e mulheres: desigualdades no setor de tecnologia no Brasil
Apesar da oferta de vagas, setor de tecnologia vive dificuldade para preenchê-las. (Foto: Annie Spratt/ Unsplash)

Pierre Lucena, presidente do Porto Digital do Recife, explica que um novo programa da entidade tem atraído jovens com interesse em tecnologia. A entidade começou a investir na profissionalização para jovens de escolas pública com boas notas no Enem.

“Os jovens que, por exemplo, tiraram 730 pontos no Enem e não conseguiram passar pois o ponto de corte é 760 pontos terão a oportunidade de fazer um curso noturno de sistemas, em cursos que tem parceria com o Porto Digital”, afirmou

Ainda sobre a formação de jovens talentos, o presidente da entidade afirma que o plano é dobrar a capacidade de formação. “Vamos colocar 500 jovens a mais por ano nessse programa, o que em 10 anos representa mais 5 mil profissionais formados para trabalhar dentro do Porto Digital”, acrescentou.

Santa Catarina se tornou nos últimos anos uma potência e é um estado considerado polo tecnológico nacional. Programas e formações não faltam na região, em Blumenau os programas contam com cursos de idiomas como inglês e alemão.

“É um programa municipal com parceria do governo do estado e empresas da região. Foi uma forma que a cidade encontrou para suprir e minimizar o problema da falta de mão de obra.”, revela Charles Schwanke, Diretor de Desenvolvimento Econômico e Inovação da Prefeitura de Blumenau.

Inscreva-se na newsletter
Relacionadas
NOVO COMANDO
General indicado por Bolsonaro foi eleito para presidência da companhia. Para conselheiro, declarações do presidente é que atrapalham a petroleira
Retomada econômica
Além de impactar o mercado brasileiro, que tem o país asiático como principal parceiro econômico, o índice demonstra uma retomada do fluxo comercial mundial
Levantamento
Levantamento da Serasa indica quais contas os brasileiros priorizaram na pandemia e quais classes foram mais afetadas pela crise
ORÇAMENTO 2021
Bolsonaro tem até a próxima quinta-feira (22) para sanção do Orçamento, que subestima despesas obrigatórias em favor de emenda parlamentar
Quarta Chamada
Em meio à pandemia, o Brasil registrou 10 novos nomes no ranking de bilionários da Forbes
TECNOLOGIA
Magalu comprou a Jovem Nerd, maior plataforma multimídia nerd e geek do Brasil

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de Cookies. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.