Caso Henry Borel

Polícia prende vereador do RJ “Dr. Jairinho”

Detenção cautelar é temporária e tem prazo de 30 dias; mãe de Henry Borel também foi presa
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Acusados de atrapalhar as investigações sobre a morte de Henry Borel Medeiros, de 4 anos, o vereador Jairo Souza Santos Júnior, o Dr. Jairinho (Solidariedade) e Monique Medeiros da Costa de Almeida, mãe de Henry, foram detidos nesta quinta-feira (8).

As detenções são cautelares e temporárias e são válidas por um prazo de 30 dias.

Dr. Jairinho, namorado de Monique Medeiros da Costa e Silva, mãe do menino Henry Borel, deixa a Delegacia de Polícia da Barra da Tijuca(16ªDP), após prestar depoimento sobre a morte do menido de 4 anos.. Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil
Dr. Jairinho deixa a Delegacia de Polícia da Barra da Tijuca(16ªDP), após prestar depoimento sobre a morte do menino de 4 anos. Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

“No pedido de prisão, o promotor de Justiça Marcos Kac diz tratar-se de providência necessária para possibilitar o aprofundamento das investigações policiais, já que as condutas dos investigados são altamente reprováveis, afetando a própria estrutura social e a tranquilidade da comunidade local”, afirma o Ministério Público do Rio de Janeiro em nota.

Ainda de acordo com a promotoria, a babá de Henry, Thayana de Oliveira Ferreira, sabia de agressões sofridas pela criança e não relatou estes fatos às autoridades. Foi determinado a apreensão do celular de Thayana.

Henry foi encontrado morto no dia 8 de março no apartamento do vereador na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro.

Inscreva-se na newsletter
Relacionadas
covid-19
Cláudio Couto defende importância do colegiado e questiona inclusão de estados e municípios
Congresso nacional
Analista afirma que risco de esvaziamento deve ser levado em consideração pelos congressistas
Segunda Chamada
Governador acredita que presidente faz uso ilegal das instituições para atender fins privados
STF
A decisão ainda será julgada definitivamente pelo plenário da corte
Entrevista
Senador rebate também Flávio Bolsonaro e diz que filho do presidente é quem tem que se explicar no Conselho de Ética
CONTRA-ATAQUE
Senador consegue 34 assinaturas para CPI sobre ação de estados e municípios na pandemia. Requerimento deve ser protocolado nesta terça (14)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de Cookies. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.