Mercado aéreo

Compra da MAP pela Gol demonstra retomada do setor aéreo no país, segundo especialista

A transação avaliada em R$ 28 milhões confere uma expansão da malha de cobertura da companhia aérea e expõe as projeções de crescimento do mercado
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A Gol Linhas Aéreas anunciou nesta semana a aquisição da MAP Transportes Aéreos, empresa doméstica com sede em Manaus (AM), por R$ 28 milhões, valor composto por ações e dinheiro. Segundo a companhia, o pagamento será efetivado por intermédio de 100 mil ações GOLL4 (R$ 28/ação) e, após o cumprimento de todas as condições precedentes, mais R$ 25 milhões em dinheiro (pagos em 24 parcelas mensais).

Companhia aérea Gol anuncia compra da MAP.
Companhia aérea Gol anuncia compra da MAP. Foto: David (Flickr).

Outorgada a transação, a Gol passará a assumir até R$ 100 milhões de compromissos financeiros da MAP. A conclusão do negócio ainda carece do acerto de condições, como as aprovações e confirmações da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Em fato relevante encaminhado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o CEO da companhia aérea, Paulo Kakinoff, afirmou que “esta aquisição é um passo importante da nossa estratégia de expansão de malha e capacidade, à medida em que buscamos revitalizar a demanda por viagens aéreas de lazer e a negócios”.

Para Renan Melo, advogado do ASBZ Advogados e membro da Comissão Especial de Direito Aeronáutico da OAB, o acordo é delineado por uma estratégia de posicionamento no mercado, que começa a dar sinais de recuperação em meio à atual crise sanitária.

Melo pontua que a operação de compra é relevante para o setor, uma vez que, para além das cifras envolvidas, demonstra a expressividade da companhia: “É uma demonstração não só de força da Gol sobre o mercado, mas também de um posicionamento para um período de retomada pós-pandemia, isso porque a Gol tende a ampliar sua atuação nos principais aeroportos do país, como é o caso de Congonhas, em São Paulo, no qual se espera que ele herde 26 slots da MAP – esses slots são autorizações para pouso, decolagem e uso da estrutura aeroportuária nesses espaços”.

Com a aquisição, a Gol reforça sua liderança em duas das suas principais bases. O crescimento em Congonhas, por exemplo, será de aproximadamente 10%, com a adição de 26 voos diários. Assim, a empresa atenderá novos destinos, conectando a capital paulista com regiões domésticas pouco ofertadas.

“Podemos dizer que o cenário está sendo melhor lido pelas companhias aéreas… Houve um primeiro momento, de um impacto jamais visto na aviação civil, e agora as coisas começam a clarear, o cenário começa a ser mais bem compreendido pelas companhias, muito embora as perspectivas de retomada ainda sejam de médio prazo – alguns falam em dois anos, outros em quatro, alguns até em cinco”, ressalta o advogado.

O avanço da vacinação ao redor do mundo é responsável direto pela recuperação dos mais variados setores que influem sobre a economia e que dependem da circulação de pessoas, como é o caso do turismo.

“O fato é que as companhias aéreas já estão apostando, desde já, nesse processo de retomada, querendo estarem bem-posicionadas nesse mercado desde agora para chegarem com mais força nesse momento de um novo aquecimento”, finalizou Melo.

Programa ‘Dinheiro na Conta‘ desta quinta-feira (9), que abordou a compra da MAP pela Gol.
Inscreva-se na newsletter
Relacionadas
APROVAÇÃO RELÂMPAGO
Com apoio do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), projeto foi aprovado com larga maioria e segue para o Senado
MENOS ESTIMULO
Diante da pressão inflacionária, Banco Central repete a dose de aumento de 0,75 na Selic e sinaliza nível “neutro” para juros
BENEFÍCIO
O abono salarial, que equivale a um salário mínimo e é pago aos trabalhadores de carteira assinada, pode ser extinto
CRISE HÍDRICA
Com baixo nível dos reservatórios, diretor-geral da Agência sinaliza ajuste no valor da bandeira tarifária até o fim de junho.
EFEITOS DA PANDEMIA
Estudo da FGV Social mostra desigualdade em nível histórico no primeiro trimestre de 2021, enquanto renda média dos brasileiros despenca
Crise sanitária
Ao menos 52 casos de covid já foram registrados no torneio que começou neste domingo

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de Cookies. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.