Pandemia

Brasil chega a 200 mil mortes em razão da Covid-19

País é o segundo no mundo em total de vítimas, atrás somente dos Estados Unidos
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O Brasil registrou 968 novas mortes em razão da Covid-19 nas últimas 24 horas, de acordo com levantamento independente feito por um consórcio de veículos de imprensa. Com esse dado, o país chegou nesta quinta-feira a 200.011 óbitos desde o começo da pandemia.

Desde quarta-feira (6) foram confirmados 47.264 novos casos, com um total de 7.921.803 infectados. O Brasil é o segundo país no mundo no total de mortes derivadas da Covid-19, atrás apenas dos Estados Unidos (com 362.037), segundo dados da Universidade Johns Hopkins, referência mundial no acompanhamento da pandemia.

A marca de 200 mil mortes é alcançada em meio ao que já é considerada como uma segunda onda de contágio da pandemia, à medida que o número de casos vem crescendo em todo o Brasil nas últimas semanas. Em alguns locais, como o Amazonas, onde a pandemia novamente ameaça levar o serviço de saúde ao colapso, as medidas de restrição de funcionamento de serviços não-essenciais já foram parar na Justiça.

cemiterio amazonas
Cemitério Nossa Senhora Aparecida, o maior de Manaus, Amazonas. Estado é um dos mais afetados pela pandemia. (Foto: Altemar Alcantara/Semcom)

Também nesta quinta-feira ocorreram dois anúncios públicos a respeito do combate à pandemia. No começo da tarde, o governo de São Paulo anunciou que a taxa de eficácia da vacina Coronavac, desenvolvida pelo Instituto Butatan em parceria com o laboratório chinês Sinovac, é de 78% em casos gerais e chega a 100% em casos moderados e graves.

Pouco depois, em nova coletiva, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou que o governo federal vai comprar um total de 100 milhões de doses do imunizante produzido pelo instituto paulista. Ele também reafirmou a previsão de iniciar o plano nacional de vacinação ainda em janeiro – algo próximo de 20 de janeiro, na hipótese mais otimista.

Inscreva-se na newsletter
Relacionadas
Quinta Chamada
Neurocientista Suzana Herculano destaca que fuga de cérebros é influenciada por falta de recursos e bolsas não permitem “vida independente”
Geopolítica
Felipe Loureiro destaca que encontro entre o presidente dos EUA e Vladimir Putin pode aparar arestas na relação entre as duas potências nucleares
IMPORTAÇÃO EXCEPCIONAL
A autorização é para quantidades reduzidas de doses da vacina, permitindo o monitoramento e a ação imediata da Agência
Fórum internacional
Coalizão de países mais ricos do mundo reuniu-se no Reino Unido e emitiu comunicado em defesa do multilateralismo
Colonialismo
Berlim e Paris reconheceram sua responsabilidade na morte de milhões de africanos no século XX
VACINA
Seis estados e o Distrito Federal optaram por aguardar a decisão da Anvisa sobre o uso emergencial da vacina russa contra a Covid-19

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de Cookies. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.