Diplomacia

Ernesto Araújo será ridicularizado entre os colegas por defender cloroquina, diz diplomata

Paulo Roberto de Almeida comenta os telegramas diplomáticos enviados pelo ex-chanceler para garantir a chegada de cloroquina ao Brasil
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Para o diplomata Paulo Roberto de Almeida, os telegramas enviados pelo ex-chanceler Ernesto Araújo vão fazer com que ele seja mais uma vez ridicularizado pelos colegas.

Reportagem da Folha de S. Paulo indicou que o ex-ministro das Relações Exteriores agiu para garantir a chegada de cloroquina no Brasil, apesar da Organização Mundial da Saúde (OMS) ter alertado para a ineficácia do medicamento contra a covid-19.

Almeida explica que o Itamaraty é um pouco como o Exército, tem regras rígidas quando o assunto é hierarquia e disciplina, que os informais tem que cumprir instruções e que há diferenças entre telegramas puramente de informações e de telegramas de instruções. O telegrama do Itamaraty que chegou em Nova Delhi pedia que os diplomatas fizessem contatos com o governo indiano para auxiliar na importação de medicamentos como a cloroquina.

“Quando chega um telegrama de instruções, os diplomatas têm de cumprir imediatamente. A primeira fase do telegrama de respostas é cumprir instruções. Então, chegou um telegrama em Nova Delhi, como pode ter chegado em outros lugares, em Pequim, na Alemanha, nos Estados Unidos, o telegrama de dar instruções pede que os diplomatas façam contatos ou na chancelaria ou com empresas ou com outras agências. Os diplomatas são obrigados a cumprir instruções e eles fazem os contatos, informam se eles foram exitosos ou não”, esclarece o diplomata.

Almeida diz que Araújo tem uma fidelidade cega ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e que o Itamaraty estava sob uma administração negacionista e esquizofrênica tendo ele no comando.

Inscreva-se na newsletter
Relacionadas
Pandemia
Além do Distrito Federal, pelo menos mais 16 capitais brasileiras presenciaram as manifestações populares.
Pandemia
Os pesquisadores afirmam que o termo ‘onda’ é controverso, pois parte do pressuposto de que o país passou por fases claramente distintas de ocorrência de casos e óbitos
Toque de recolher
As determinações começaram a valer a partir das 19h desta sexta-feira, (18)
Quinta Chamada
Neurocientista Suzana Herculano destaca que fuga de cérebros é influenciada por falta de recursos e bolsas não permitem “vida independente”
Geopolítica
Felipe Loureiro destaca que encontro entre o presidente dos EUA e Vladimir Putin pode aparar arestas na relação entre as duas potências nucleares
IMPORTAÇÃO EXCEPCIONAL
A autorização é para quantidades reduzidas de doses da vacina, permitindo o monitoramento e a ação imediata da Agência

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de Cookies. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.