colunista Mara Luquet
CEO e fundadora do MyNews
Coluna – Mara Luquet

Se não há oxigênio, não há nada

O que está acontecendo em Manaus pode se espalhar para o todo o país
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Cilindro de oxigênio sendo doado em Manaus. Foto: Raphael Alves. https://fotospublicas.com/tjam-disponibiliza-cilindros-de-oxigenio-para-ajudar-no-enfrentamento-a-crise-da-covid-19-no-amazonas/

Sofri muito com bronquite na adolescência. Não poder respirar é um horror. Eu morria de medo quando sentia que a crise estava se avizinhando porque era uma dor horrorosa não conseguir respirar. Vivi anos assim, até voltar para a natação, ficar adulta e há muitos anos não tive mais nenhuma outra crise.

Nos últimos dias estou revivendo isso intensamente, pensando nessas pessoas em Manaus sem oxigênio. Pensando que poderia ser comigo porque afinal tive Covid.

Respirar é o começo de tudo. Se não há oxigênio, não há nada. Não há vida, não há esperança, não há planos, não há amor, não há futuro, não há nada nada nada.

O que está acontecendo em Manaus pode se espalhar rapidamente para o País e é reflexo da falta de oxigênio na gestão pública, na economia, na Democracia brasileira.

Estamos todos asfixiando.

“Temíamos o caminho da Venezuela, mas a tomada do Estado por políticos e militares corruptos associados às milícias e com o apoio cínico de parte do empresariado, é mais parecido com o caso do México”, diz o economista André Lara Resende.

O projeto de lei que dá autonomia às polícias nos Estados corrobora com a visão de Lara Resende. É um perigo e se você quiser mais detalhes veja a série de entrevistas que estamos fazendo no canal MyNews com especialistas em segurança pública.

Nesta série, um dos entrevistados foi o general Santos Cruz que alertou o perigo da inércia do judiciário em responsabilizar o presidente Bolsonaro na sua narrativa de fraude nas eleições. Se ele diz que houve fraude, diz o general, ele precisa provar. Caso contrário, vai deflagrar uma onda de violência que põe em risco a democracia brasileira, alerta o general.

O grande problema no Brasil é que ainda vivemos a guerra iniciada na última década entre o nós e eles. Se você se contrapõe ao governo Bolsonaro é petista. E se faz críticas ao PT é gado bolsonarista. Diante disso, muitos preferem não se posicionar. E as instituições se acomodam com notas de repúdio e deixam de lado ações concretas para responsabilizar o presidente com medo de elevar o tom.

Relacionadas
MyNews Investe
Para além dos investimentos, a vivência no mercado financeiro ensina como se portar perante os tempos de crise e de euforia. A chave para o sucesso, no entanto, é uma só: informação de qualidade
Este é o maior dano que os políticos estão causando à economia do País: tirar a perspectiva de jovens brasileiros
caso ghosn
Executivo foi preso por sonegação. Ghosn fugiu da prisão domiciliar no Japão e vive no Líbano desde dezembro de 2019
3 ANOS
O que era um sonho se tornou realidade e completou, nesta semana, três anos com carinha de 30, como diz a nossa campanha de aniversário
CONFIANÇA
Em quem confiar e por que confiar? Já parou para pensar sobre isto?
Coluna – Mara Luquet
Movimento pró-impeachment de Jair Bolsonaro ocorre em um espectro social difuso, sem poder efetivo de influência econômica ou política
Inscreva-se na newsletter

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de Cookies. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.