balão MyNews Investe
Indicações de aplicações financeiras pelos convidados do programa
INVESTIMENTO COM COMPROMISSO SOCIAL

Investir e ajudar a sociedade com investimentos de impacto

Investimentos de impacto socioambiental aliam algum risco, retorno financeiro e transformações positivas para a sociedade
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Você sabe o que acontece com o dinheiro que você investe comprando um título público? Ou ainda comprando um CRI ou um CRA. Quando você investe em qualquer ativo, você está basicamente “emprestando” dinheiro para o setor ao qual o ativo pertence. Pensando nisso, cada vez mais corretoras têm criado investimentos de impacto – investimentos que gerem benefício socioambiental juntamente com rentabilidade e lucro.

É o caso do Grupo Gaia, corretora que começou com investimentos tradicionais, mas que agora tem como meta criar cada vez mais investimentos de impacto. É o que explica João Paulo Pacifico, CEO do grupo.

“Quando você está investindo em algo, o dinheiro não fica morto; ele tá fazendo algo e algo bom para o mundo ou ruim para o mundo? A Gaia que veio do tradicional mercado financeiro e começou a pensar como usar o dinheiro no mercado financeiro, assim como uma faca, que você pode usar para o bem ou para o mal. No mercado financeiro é da mesma forma. Por isso a gente veio nessa toada e criou um novo negócio: a Gaia Impacto – onde eu me dedico hoje quase 100% do tempo a trazer o impacto para os investimentos”, explica João Paulo Pacífico.

O CEO continua e diz que ter esse tipo de investimento não é uma doação, é uma equação boa de risco, retorno e impacto e que o dinheiro nesse tipo de investimento flui para trazer algo bom para o planeta. “Vai causar impacto direto. O dinheiro está indo para algo que está fomentando uma coisa boa no mundo. Isso é incrível, dá uma sensação de felicidade porque você está contribuindo com algo maior do que você”.

O grande desafio que ainda existe para o investimento de impacto é conseguir criar produtos financeiros com aporte inicial com 100 ou com 10 milhões de reais, já que o mercado ainda é visto por muitos como lugar para pessoas com muito dinheiro para investir. “Esse é um grande desafio. Não é fácil, é muito complexo porque o mercado não foi feito dessa forma; a gente está hackeando o mercado por dentro para mudar isso”, define o CEO da Gaia Impacto.

Assista à íntegra do MyNews Investe. O programa é transmitido de segunda a sexta, a partir do meio-dia, no Canal MyNews

Relacionadas
CONSTRUÇÃO CIVIL
Dúvida sobre solidez da Evergrande faz alguns analistas preverem redução na expectativa de crescimento do mercado imobiliário e de construção na China de até 50%
fundo de ações
Apesar do pouco tempo de atividade, fundo de ação já capitaliza uma rentabilidade superior a 7%, mesmo com as recentes quedas da bolsa
APOSENTADORIA
O advogado Flávio Perón explica que é necessário, além da documentação, comprovar uma renda mínima, para morar legalmente em Portugal
inflação
Alta da inflação para classes mais pobres foi impulsionada principalmente pelo grupo de alimentação
BRASIL
Segundo instituição, PIB apresentou segundo mês seguido de alta, mas crescimento está desacelerando. Entre o G-20, Brasil tem o terceiro pior desempenho
inflação
Arnaldo Curvello, sócio-diretor da Galápagos fala sobre os melhores investimentos em tempos de aumento de preços de bens e serviços
Inscreva-se na newsletter

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de Cookies. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.