PRIVATIZAÇÃO INCERTA

Ações da Eletrobras despencam com saída de Ferreira Jr. e privatização longe de acontecer

Para analistas, chances de privatização da estatal de energia avançar são pequenas
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Na volta do feriado no Ibovespa, as ações da Eletrobras abriram a sessão em queda de mais de 7%. Às 13h27 desta terça-feira (26), o movimento se atenuou, mas os papéis ordinários da companhia ainda tinham perdas de 6,85%, enquanto as ações preferenciais caíam 4,61%.  

O baque da empresa no mercado de ações é reflexo do pedido de demissão do presidente da companhia, Wilson Ferreira Jr., anunciado no último domingo (24).  Na segunda-feira (25), logo após o anúncio, os ADRs da Eletrobras negociados na Bolsa de Nova York encerraram com forte queda de 11,76%. O mercado brasileiro estava fechado por causa do feriado do aniversário de São Paulo. 

Entre os analistas do mercado, a mensagem da saída de Ferreira Jr., é a de que o processo de privatização da estatal fica ainda mais longe de acontecer durante o governo de Bolsonaro. Isso, se acontecer. 

“O que a gente tem visto no governo é a dificuldade de convencer o Congresso, os militares, a sociedade e o próprio presidente da necessidade de entrarmos no processo de privatização da Eletrobras”, avalia Sérgio Vale, economista-chefe da MB Associados. 

O avanço da pandemia em 2021 e o ano eleitoral em 2022, para Vale, deixam ainda mais remota a perspectiva de avanço no processo de privatização da empresa.  “É difícil pensar que se vá avançar com a privatização nos próximos dois anos. Essa é certamente uma das razões que fez o Wilson sair da presidência”.

Wilson Ferreira Jr, que deixou a direção da Eletrobras. (Foto: Divulgação)


Em entrevista a jornalistas nesta segunda-feira (25), sobre a demissão, o executivo afirmou que sua saída da empresa aconteceu com uma “quebra de perspectiva” sobre a privatização. 

Ele destacou o empenho do Ministério da Economia para o processo, mas lamentou a falta de avanço sobre o assunto no Congresso. “É uma percepção pessoal. E em cima dela foi que eu tomei essa decisão anunciada ontem”, afirmou.

Para Sergio Vale, o episódio lança dúvidas também sobre o outros processos de privatização no governo. “Sem esse esforço tendo sido feito no começo do mandato, é difícil imaginar que você vai conseguir avançar com isso agora”. 

A BR Distribuidora confirmou a ida de Wilson Ferreira Junior para o comando da empresa, após a saída do executivo da Eletrobras.  Ele deve assumir o novo posto depois de cumprir o período de quarentena. 

Relacionadas
Moeda dos EUA opera em forte alta após mudanças em políticas de preços de combustíveis
Ministro da Economia
Ministro defendeu limites para o endividamento público e falou sobre sua permanência no cargo
DESIGUALDADE
Avanço da pandemia, desemprego, inflação sobre alimentos e afrouxamento de políticas de proteção social agravam cenário
REAJUSTE
No ano, é a quinta alta da gasolina e a sexta do diesel. Elevações fizeram Bolsonaro trocar comando da estatal
home office?
Em janeiro, desvalorização de imóveis comerciais se estabilizou. Tendência é que empresas comecem a retomar atividades presenciais em escritórios mais adaptados ao home office
CRISE DA PANDEMIA
Paulo Gala avalia condução econômica do governo e alerta para um início de 2021 problemático ao Brasil

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de Cookies. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.