EM ALTA

Dólar fecha em alta com mudança na Petrobras

Moeda americana subiu 1,26%, a R$ 5,455. Banco Central interveio e amenizou elevação
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O dólar comercial encerrou em alta nesta segunda-feira (22), primeiro dia de negociações após a indicação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para a troca do comando da Petrobras.

A moeda americana subiu 1,26%, a R$ 5,455. Na máxima do dia, chegou a R$ 5,533.

Dólar opera em forte alta.
Dólar opera em forte alta. Foto: Pixabay (Reprodução).

Com o avanço, o Banco Central interveio e vendeu US$ 1 bilhão em novos contratos de swap cambial tradicional, além de outras operações no câmbio. As medidas amenizaram a alta.

Na sexta-feira, o dólar havia fechado em queda de 1,02%, cotado a R$ 5,387. Acompanhando a tendência, o euro subiu 1,67% cotado a R$ 6,634.

Relacionadas
Intervenção do BC
Moeda dos EUA opera em forte alta após mudanças em políticas de preços de combustíveis
Ministro da Economia
Ministro defendeu limites para o endividamento público e falou sobre sua permanência no cargo
DESIGUALDADE
Avanço da pandemia, desemprego, inflação sobre alimentos e afrouxamento de políticas de proteção social agravam cenário
REAJUSTE
No ano, é a quinta alta da gasolina e a sexta do diesel. Elevações fizeram Bolsonaro trocar comando da estatal
home office?
Em janeiro, desvalorização de imóveis comerciais se estabilizou. Tendência é que empresas comecem a retomar atividades presenciais em escritórios mais adaptados ao home office
CRISE DA PANDEMIA
Paulo Gala avalia condução econômica do governo e alerta para um início de 2021 problemático ao Brasil

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de Cookies. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.