Entrevista

‘União por causa se faz, por pessoas é mais difícil’, diz presidente do PDT

Carlos Lupi defende a candidatura de Ciro Gomes em 2022 e ressalta que, historicamente, a esquerda nunca esteve unida
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, afirmou nesta sexta-feira (18) em entrevista ao Café do MyNews ser difícil uma frente ampla da esquerda em torno de pessoas. Lupi defendeu a candidatura do ex-ministro Ciro Gomes, filiado ao seu partido, e disse que os demais partidos têm direito de defender suas próprias candidaturas também.

“Estou querendo impor minha opinião? Não? Estou dando minha opinião. O PT tem direito a apresentar seu candidato, o PCdoB também, o PSB também. E vou dizer mais: a união que se tem em alguns momentos em uma frente é sempre em uma causa. Por exemplo, tivemos unidos pela eleição direta, pela anistia. União por causa se faz, por pessoas é mais difícil”, declarou.

Carlos Lupi defende a candidatura de Ciro Gomes pelo PDT em 2022
Carlos Lupi defende a candidatura de Ciro Gomes em 2022. Foto: redes sociais

Segundo ele, os partidos de esquerda nunca estiveram distantes e mantém diálogo constante em torno das pautas no Congresso Nacional. “Uma coisa são os temas que nos aproximam; outra coisa é o processo eleitoral.”

Lupi lembrou que desde a redemocratização os partidos de esquerda nunca tiveram uma candidatura única e que essa união, quando surge, é apenas no segundo turno. Nas últimas eleições, o candidato do PDT, Ciro Gomes, não declarou apoio ao candidato do PT, Fernando Haddad, que enfrentou o presidente Jair Bolsonaro no segundo turno.

Questionado sobre a possibilidade de apoiar uma eventual candidatura do ex-presidente Lula, Lupi afirmou ser necessário respeitar a identidade de cada partido e ter projetos, não nomes. Ele afirmou que o PDT tem um projeto claro, com diretrizes para a agricultura, a indústria e o mercado financeiro e que a melhor pessoa que representa esse projeto é Ciro Gomes.

Lupi é um dos signatários de uma representação contra o deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) protocolada por partidos de oposição no Conselho de Ética da Câmara. Assinam a petição PT, PSOL, Rede, PCdoB, PSB e PDT. Silveira foi preso na última terça-feira (16) em flagrante após publicar um vídeo com ofensas aos ministros do Supremo Tribunal Federal.

Relacionadas
Presidente usou imagem adulterada para promover lançamento do Amazônia 1
2022
Ex-presidente depende de decisão favorável do Judiciário para ser candidato
Letalidade recorde
Ex-presidente da Anvisa, Gonzalo Vecina Neto avalia que fechamento do comércio é o único caminho possível para deter a pandemia
Crime de calúnia
Denúncia foi apresentada por Flávio Dino, que alega ter tido sua imagem maculada por informação falsa
Avaliação do presidente
Rejeição ao presidente oscilou dentro da margem de erro desde fevereiro
Repercussão internacional
Avanço da covid-19 no Brasil é assunto em publicações internacionais

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de Cookies. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.