Segunda Chamada

PT está de “braços cruzados” e faz “corpo mole” com impeachment de Bolsonaro, diz Ciro Gomes

Presidenciável do PDT avalia que Lula não se empenha na campanha pelo afastamento de Bolsonaro do poder
por 
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Para Ciro Gomes (PDT), as condições jurídicas necessárias para o afastamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) por impeachment estão dadas. O que falta, contudo, é o componente político. Em entrevista ao Segunda Chamada, o líder do PDT afirmou que derrotar Bolsonaro e seu projeto “genocida” e “fascista” deve ser a prioridade do Brasil.

“Esse processo político [impeachment] só vai acontecer se todas forças democráticas do Brasil levarem ao máximo a nossa pressão para tirar da inércia a Câmara Federal e, especialmente o seu presidente, como aconteceu nos outros episódios e isso não está feito porque o PT está de braços cruzados. Está fazendo corpo mole e o PT controla a CUT, o PT controla boa parte do movimento estudantil e por isso a sociedade civil brasileira está começando a reagir porque o PSOL saiu dessa linha de acomodação e nós estamos nela sozinhos há mais de um ano”, afirma Ciro.

O presidenciável ainda afirmou que já assinou três pedidos de impeachment de Bolsonaro e que Lula não assinou nenhum. Ciro avalia que Lula escolheu Bolsonaro como alvo, assim como Bolsonaro escolheu Lula como adversário preferencial.

“A roubalheira no país está acontecendo de braçada. Mas veja, o Lula não abre a boca sobre essas coisas, a grande mídia não diz um ‘a’. Ou se faz, faz uma notinha de rodapé”, avalia Ciro.

Ainda de acordo com o presidenciável do PDT, Lula é o “maior corruptor” da República e tem responsabilidade na fragilização de partidos como PSOL, PC do B e busca “subornar” quadros do próprio PDT. “Só quem pode ressuscitar o Bolsonaro é o Lula”, diz Ciro.

“A charada é essa: Lula escolheu o Bolsonaro e Bolsonaro escolheu Lula porque uma disputa despolitizada em que o Bolsonaro vai lembrar a roubalheira do período do lulopetismo e a raiz da crise econômica, falando rigorosamente a verdade, e o Lula vai explorar as boçalidades criminosas e genocidas do Bolsonaro. E o Brasil não vai ter ambiente para discutir as coisas. Não vou permitir que isso aconteça de maneira nenhuma, vou unir o povo brasileiro e ganhar essa eleição”, afirma Ciro.

Relacionadas
Investigação apura acusação feita por Moro de que Bolsonaro tentou interferir na Polícia Federal
VOTO IMPRESSO
Possível presença do delegado-geral da PF, que não se concretizou, gerou receio de politização da corporação no debate sobre voto impresso
LIVE DO PRESIDENTE
Em uma transmissão de um pouco mais de duas horas, o presidente resgatou vídeos da internet que comprovariam fraudes nas eleições de 2014 e 2018, atacou o TSE, a imprensa e elogiou seus ministros
SISTEMA ELEITORAL
Em entrevista ao Café do MyNews, Diogo Rais avalia que a pressa pela mudança no sistema de votação pode levar a um colapso
Fake News
Nas redes sociais, STF divulgou campanha rebatendo posicionamento federal de que teria tirado a competência do governo no combate à pandemia
QUARTA CHAMADA
Além de investigar contratos irregulares, CPI da Pandemia vai convocar novamente pessoas que mentiram em depoimento
Inscreva-se na newsletter

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de Cookies. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.