colunista Hermínio Bernardo
Produtor e repórter do MyNews
Raridade

Dois leilões chamam a atenção internacional

Peça de porcelana chinesa do século XV foi encontrada nos EUA. Já quadro de Van Gogh será exibido ao público pela primeira vez
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Os leilões de duas peças estão marcados para o mês que vem e estão chamando a atenção pela raridade.

Nos Estados Unidos, um homem comprou uma tigela de porcelana em uma venda de garagem. O evento é comum entre os norte-americanos, que realizam uma espécie de bazar com itens de casa para captar dinheiro.

O comprador de Connecticut pagou US$ 35 pelo item, o equivalente a 180 reais.

Tigela de porcelana manufaturada na dinastia chinesa Ming, datada do século XV, considerada uma peça rara.
Tigela de porcelana manufaturada na dinastia chinesa Ming, datada do século XV, considerada uma peça rara. Foto: Reprodução (Courtesy Sotheby’s).

O homem procurou especialistas e descobriu que se trata de uma peça raríssima feita no século XV. A peça foi feita durante a dinastia Ming, na China, e pertenceu a alguém da corte do imperador chinês. A peça será leiloada na semana que vem e foi avaliada em US$ 500 mil – R$ 2,75 milhões.

O segundo leilão é um quadro do pintor Vincent Van Gogh. A pintura de 1887 mostra um casal passeando de braços dados com um moinho ao fundo.

Obra do pintor holandês Vincent Van Gogh, de 1887, avaliada inicialmente em oito milhões de euros.
Obra do pintor holandês Vincent Van Gogh, de 1887, avaliada inicialmente em oito milhões de euros. Foto: Reprodução (Courtesy Sotheby’s).

O quadro será exibido ao público pela primeira vez depois de mais de cem anos. A obra pertencia à coleção particular de uma família francesa, que decidiu vender.

A pintura será exibida pela casa de leilões em Amsterdã, Hong Kong e Paris antes de ser vendida no mês que vem. O quadro foi avaliado em 8 milhões de euros, o equivalente a R$ 53 milhões.

Inscreva-se na newsletter
Relacionadas
LITERATURA EM FATOS
Enquanto os EUA discutem restringir o acesso a armas de fogo, o governo Bolsonaro tenta liberar, mas esbarra na Justiça
LITERATURA EM FATOS
Enquanto os EUA discutem restringir o acesso a armas de fogo, o governo Bolsonaro tenta liberar, mas esbarra na Justiça
LITERATURA EM FATOS
Aprendemos sobre as invasões nazistas à França e ao Leste Europeu, mas a questão é muito maior
LITERATURA EM FATOS
Aprendemos sobre as invasões nazistas à França e ao Leste Europeu, mas a questão é muito maior
LITERATURA EM FATOS
É preciso conhecer e estudar a história para não repeti-la. A Literatura dá essa oportunidade
Literatura em fatos
É preciso conhecer e estudar a história para não repeti-la. A Literatura dá essa oportunidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de Cookies. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.